FEEDBACK: Vai dar feedback negativo? Prepare o ambiente e seja objetivo

FEEDBACK: Vai dar feedback negativo? Prepare o ambiente e seja objetivo

(Parte 3 de 4)

 image

Mais que ter claro os pontos a serem comentados, a psicóloga e consultora organizacional Meiry Kamia afirma que é importante preparar um “ambiente psicológico adequado para iniciar um feedback”.

Se dar feedback não é uma tarefa fácil, receber um, principalmente negativo, pode ser ainda mais difícil. Alguns cuidados precisam ser tomados para que essa conversa, que tem o intuito de alinhar pontos a fim de melhorar algum aspecto no desempenho profissional, não surta efeito contrário.

Veja as dicas da consultora em cinco passos:

1- Prepare o ambiente:

– Escolha local e horário adequados para o feedback, de preferência num ambiente tranquilo e sem possíveis interrupções;

– Crie empatia, rebaixe as defesas da outra pessoa mostrando que você está lá para ajudar;

– Estabeleça um clima de verdade para que haja confiança no processo. Isso significa também se mostrar aberto e disponível para as opiniões de quem recebe o feedback.

2- Separe o problema da pessoa:

Por exemplo, dizer que determinada parte do texto está confusa é diferente de dizer que a pessoa é confusa. Separar o comportamento/problema da pessoa é importante para que você não transforme a pessoa no próprio problema. Isso também ajuda a tornar a situação mais objetiva. Em um feedback, quanto menos rodeios, melhor!

3- Exponha o comportamento indesejado de forma objetiva:

Uma pessoa raramente se comporta mal porque quer. Ela erra ou se comporta mal porque foi o jeito que aprendeu a fazer. Portanto, ao dar o feedback é preciso lembrá-la o quequandoonde e como o comportamento ocorreu. Dê exemplos concretos, isso ajuda o profissional a perceber o problema. Por exemplo: “Ontem, você saiu para conversar com seus colegas na hora do seu almoço (quando), entretanto, os demais estavam trabalhando, e você começou a contar piadas na frente dos clientes (o que e como), bem em frente ao balcão de atendimento (onde)”.

4- Descreva o comportamento desejado:

É importante deixar claro para o funcionário o que se espera dele. Dar exemplos objetivos também vai ajudá-lo a entender como agir.

5- Chegue a um acordo:

Em algumas ocasiões você vai perceber que a pessoa não realiza as ações da forma que você gostaria porque há empecilhos que extrapolam a vontade dela. Nesse caso, o melhor seria que vocês, em conjunto, buscassem uma solução comum. É muito difícil que alguém seja resistente a uma ideia que ela mesma ajudou a criar.

#‎aGREGando: O feedback negativo, em alguns casos, é a melhor solução para conseguir melhores resultados dos seus colaboradores. Lembre-se de sempre manter a postura, educação e respeitar a outra pessoa.

Esse texto foi integralmente coletado do site Emprego Certo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s